Em determinada reclamação trabalhista o autor postula horas extraordinárias trabalhadas e não pagas. A reclamada em sua contestação nega a prestação de qualquer trabalho extraordinário e junta os cartões e ponto do reclamante, com anotação do horário normal de trabalho.
Em audiência, diante da…
Source: feed
Gentilezas em audiência não devem inviabilizar direito de defesa

Deixe uma resposta para

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *